quinta-feira, 7 dez, 2023

NBC: Balão chinês espionou instalações militares dos EUA

Piloto de avião
Força Aérea dos EUA/Departamento de Defesa/Divulgação via REUTERS

 

Da Agência Reuters

 

Um balão chinês que voou pelos Estados Unidos conseguiu coletar informações de várias instalações militares norte-americanas, apesar dos esforços do governo do presidente dos EUA, Joe Biden, para impedir que isso ocorresse, noticiou a NBC News nesta segunda-feira, citando duas autoridades dos Estados Unidos e um ex-alto funcionário do governo.

O balão, controlado por Pequim, foi capaz de fazer vários voos sobre alguns dos locais em fevereiro, por vezes voando em formação de oito, disse a NBC citando as autoridades.

“A inteligência que a China coletou foi principalmente de sinais eletrônicos, que podem ser captados de sistemas de armas ou incluir comunicações da equipe na base, em vez de imagens”, disse a NBC, citando as autoridades.

Autoridades dos EUA não estavam imediatamente disponíveis para comentar.

Na época, as autoridades norte-americanas minimizaram o impacto do balão na segurança nacional.

O balão, que Pequim nega ser um objeto espião do governo, passou uma semana sobrevoando os Estados Unidos e o Canadá no início de fevereiro antes de ser abatido na costa do Atlântico por ordem de Biden.

O incidente do balão chinês levou o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, a adiar uma visita planejada à China e prejudicou ainda mais as relações entre Washington e Pequim.

 

Confira outras notícias da editoria GEOPOLÍTICA clicando aqui.