quarta-feira, 24 abr, 2024

Bolsonaro: “Moraes é o vice do Lula”

REUTERS

Claudio Fernandes e Agência Reuters

No fim da noite de quinta-feira o presidente do TSE, Alexandre Moraes, proibiu a abertura de inquérito por parte da Polícia Federal e do CADE para investigar os erros cometidos pelas empresas de pesquisas no primeiro turno das eleições. Na ocasião, prognósticos do Ipec, Datafolha e Ipespe, entre outros, apontavam vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre Jair Bolsonaro (PL) no primeiro turno das eleições presidenciais.

Tais erros se repetiram ao longo de diversas pesquisas e durante meses, inclusive na véspera do pleito, quando algumas dessas empresas publicaram que a vantagem de Lula seria de 51% a 35%. Nesta sexta-feira, o presidente Jair Bolsonaro criticou Moraes duramente em entrevista a um pool canais de youtube.

“Os instituos vão continuar mentido porque o ele (Moraes) não deixa investigar. Você (Moraes) foi o secretário de segurança do Alckmin em São Paulo. E a chapa na verdade não é Alckmin e Moraes. É Lula e Moraes. Moraes é o vice do Lula”, afirmou.

Bolsonaro tem travado há tempos um embate com Moraes, que, além de presidir o TSE nas eleições, conduz investigações sensíveis contra o presidente e pessoas próximas a ele no Supremo Tribunal Federal.

Procurada, a assessoria do TSE disse que o magistrado não vai se pronunciar sobre as declarações de Bolsonaro.