Search

quarta-feira, 24 jul, 2024

Jornalista ex-Globo é obrigado a se retratar

Médica
Divulgação/MPV

 

Por Médicos Pela Vida

 

No dia 31 de janeiro de 2023, o jornalista Chico Pinheiro, há anos na Rede Globo, escreveu em seu Twitter a seguinte frase sobre a médica infectologista Dra. Roberta Lacerda: “Médica mentirosa. É falsa mérdica”. Na ocasião, o jornalista ainda atuava como âncora de um dos telejornais da emissora da família Marinho.

Na semana seguinte, a médica do Rio Grande do Norte entrou na justiça para retratação do episódio, e claro, retirada do tuíte ofensivo. A médica tem reconhecimento nacional e internacional pelo seu trabalho em defesa da boa medicina. Ademais, é participante do movimento Médicos Pela Vida (MPV). A saber, contamos com mais de 15 mil médicos signatários, incluindo cientistas de renome internacional e médicos de todo o mundo.

Como resultado, semana passada, a juíza responsável pelo caso determinou que o post de Chico Pinheiro fosse excluído em 48h. O descumprimento, antes de tudo, sofreria multa diária que poderia, a princípio, chegar a R$5 mil. Valor irrisório para o prejuízo da imagem da Dra. Roberta Lacerda que é médica infectologista, professora e palestrante internacional. Além disso, é uma das maiores estudiosas em COVID-19 do mundo. Sua experiência clínica no diagnóstico e tratamento de pacientes acometidos pela trágica doença que surgiu em 2019 é indescritível. Ela teve baixíssima taxa de mortalidade, inegavelmente muito menor que a média nacional e internacional.

Na Linha de Frente

Dra Roberta Lacerda sempre esteve na verdadeira “linha de frente”, tratando e acompanhando os pacientes, porque aquele conhecido protocolo “dipironer” (aquele do “vai pra casa e só volte em caso de falta de ar”) seria melhor designado de “linha de costas”. Além dos pacientes tratados, das aulas em congressos mundiais de COVID-19 presenciais no Brasil e na Europa, ela também auxiliou médicos de todo o Brasil participando na elaboração de protocolos de sucesso no enfrentamento da crise sanitária.

O tuíte que gerou a polêmica foi uma reação a uma postagem da Dra Roberta Lacerda fazendo menção a uma publicação do Conselho Mundial de Saúde que pedia o fim dos experimentos vacinais em nível global. Todas as notícias sobre eventos médicos para o estudo e tratamento da COVID-19 foram sistematicamente ignoradas pelo consórcio de imprensa, do qual Chico Pinheiro faz parte. A mesma mídia que chamou os pacientes que rejeitaram algum tipo de tecnologia vacinal de “sommeliers” de vacina. Hoje, todavia, a comunidade médica mundial reconhece seus riscos e começam as responsabilizações.

Repúdio

O MPV, por sua vez, repudia qualquer tipo de agressão aos profissionais da medicina. Tenham eles relação ou não conosco. Somos solidários à Dra Roberta Lacerda, exemplo de profissional ética dedicada e competente. Seu currículo invejável lhe permite falar sobre COVID-19 com profundo conhecimento de causa, ao contrário dos leigos e de médicos com flagrantes conflitos de interesses convidados pelo consórcio.

Confira outtros artigos da editoria OPINIÃO clicando aqui