Search

quinta-feira, 25 jul, 2024

Biden anuncia candidatura à reeleição nos EUA

Presidente dos EUA, Joe Biden
CONTA OFICIAL DE JOE BIDEN NO YOUTUBE via REUTERS

 

Da Agência Reuters

 

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta terça-feira sua candidatura para buscar um segundo mandato na Casa Branca em 2024, uma decisão que testará se os norte-americanos estão prontos para dar ao democrata de 80 anos, já o presidente mais velho dos EUA, mais quatro anos no cargo.

Biden fez seu anúncio em um vídeo divulgado por sua nova equipe de campanha, no qual declara que é seu trabalho defender a democracia norte-americana. O clipe abre com imagens do ataque de 6 de janeiro de 2021 ao Capitólio dos EUA por apoiadores do ex-presidente Donald Trump.

“Quando concorri à Presidência há quatro anos, disse que estávamos em uma batalha pela alma da América, e ainda estamos”, disse Biden. “Não é hora de ser complacente. É por isso que estou concorrendo à reeleição.”

“Vamos terminar este trabalho. Eu sei que podemos”, disse ele.

Biden descreveu a plataforma republicana como uma ameaça à liberdade norte-americana, prometendo lutar contra os esforços para limitar os cuidados de saúde das mulheres, cortar a Seguridade Social e proibir livros, enquanto criticava os “extremistas do MAGA”. MAGA é a sigla para o slogan político “Make America Great Again” de Trump, que pode muito bem ser o oponente republicano de Biden nas eleições de novembro de 2024.

Nos dois anos desde que assumiu o cargo no lugar de Trump, Biden obteve a aprovação do Congresso para bilhões de dólares em fundos federais para enfrentar a pandemia da Covid-19 e para novas obras de infraestrutura, e impulsionou os níveis mais baixos de desemprego desde 1969, embora um período de máxima de 40 anos da inflação prejudicou seu histórico econômico.

A idade de Biden torna sua candidatura à reeleição uma aposta histórica e arriscada para o Partido Democrata, que enfrenta um difícil mapa eleitoral para manter a maioria no Senado em 2024 e agora é minoria na Câmara dos Deputados.

Os índices de aprovação de Biden ficaram estáveis em apenas 39% em uma pesquisa Reuters/Ipsos divulgada em 19 de abril e há grandes temores sobre sua idade entre alguns norte-americanos; ele teria 86 anos ao final de um possível segundo mandato, quase uma década a mais do que a expectativa de vida média do homem norte-americano.

A Casa Branca diz que seu histórico mostra que ele é mentalmente afiado o suficiente para os rigores do trabalho.

Biden será acompanhado em sua busca pela reeleição por sua companheira de chapa e atual vice-presidente, Kamala Harris.

A entrada de Biden na disputa vem após o anúncio de Trump em novembro de que ele buscará um segundo mandato depois de perder a disputa de 2020 para o atual presidente.

Biden não deve enfrentar muita concorrência dentro de seu partido para ser o candidato democrata à Casa Branca.

 

Confira outras notícias da editoria GEOPOLíTICA clicando aqui.