Search

quinta-feira, 25 jul, 2024

Aviões militares russos são interceptados perto do Alasca

Bombardeiro estratégico
Ministério da Defesa da Rússia/Divulgação via REUTERS

Da Agência Reuters

 

Várias aeronaves militares russas, incluindo caças e bombardeiros estratégicos, foram interceptadas pelas forças de defesa aérea da América do Norte enquanto sobrevoavam o espaço aéreo internacional perto do Alasca, disseram militares dos Estados Unidos.

As aeronaves, que foram identificadas em 13 de fevereiro, não entraram no espaço aéreo dos Estados Unidos ou do Canadá e não representaram uma ameaça, disse o Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte (NORAD) em comunicado datado de 14 de fevereiro.

O órgão acrescentou que os voos russos não estavam de forma alguma relacionados com a misteriosa onda de objetos aéreos abatidos pelos militares dos EUA sobre a América do Norte nas últimas semanas.

“O NORAD antecipou esta atividade russa e, como resultado de nosso planejamento, estava preparado para interceptá-la… Dois caças NORAD F-16 interceptaram as aeronaves russas”, afirmou.

Embora o NORAD diga que às vezes escolta aeronaves para fora do espaço aéreo perto do Alasca, se necessário, não disse se esse foi o caso desta vez.

A Rússia não informou se suas aeronaves foram interceptadas, mas disse na quarta-feira que realizou vários voos sobre águas internacionais nos últimos dias, inclusive no Mar de Bering, entre o Alasca e a Rússia.

Embora a Rússia tenha realizado voos sobre o Mar de Bering antes, seus vizinhos na região ficaram mais preocupados com a atividade militar de Moscou desde a invasão da Ucrânia no ano passado.

 

Confira outras notícias da editoria GEOPOLÍTICA clicando aqui.