sábado, 13 abr, 2024

Felipe Drugovich vive expectativa por estreia na F1

Divulgação/Aston Martin

Claudio Fernandes, da Tribuna da Imprensa

 

O piloto brasileiro Felipe Drugovich fará sua estreia na Fórmula 1 no próximo domingo, no GP do Bahrein, etapa que abre a temporada de 2023 da categoria mais importante do automobilismo mundial, caso o titular Lance Stroll não se recupere a tempo de um acidente de bicicleta sofrido nas férias.. Atual campeão mundial da Fórmula 2 e piloto de testes da Aston Martin, Felipe foi confirmado como sustituto de Stroll e, assim, a equipe acabou com as especulações de que o tetracampeão Sebastian Vettel, recém-aposentado, poderia voltar para correr no Bahrein.

Por conta da lesão de Stroll, Drugovich participou dos testes de pré-temporada, realizados também no Bahrein na quinta, sexta e sáado passados. A Aston Martin, que vem de duas temporadas decepcionantes, apresentou melhoras consideráveis no desempenho do carro, com Fernando Alonso marcando o terceiro melhor tempo dos três dias de testes e Drugovich, o décimo.

“Foi um teste muito positivo, curti muito e acho que todo o trabalho que fiz para a equipe foi muito útil. Na primeira parte foram apenas testes aerodinâmicos e no final pude dar duas voltas rápidas. O mais importante de tudo foi a simulação de corrida, quando pude avaliar como eu estava fisicamente. E foi tranquilo, deu tudo certo” afirmou o piloto no sábado.

Caso seja confirmado para correr domingo. Felipe encerrará um jejum de duas temporadas completas sem brasileiros em corridas de Fórmula 1. Em 2020, Pietro Fittipaldi correu pela Haas as últmas duas corridas do ano, curiosamente a primeira no Bahrein e a segunda na Arábia Saudita. O brasileiro não pontuou, ficando em 17° e 19°, respectivamente.

 

Confira outras notícias da editoria ESPORTES clicando aqui.