Search

quinta-feira, 25 jul, 2024

COB dará prêmio recorde a medalhistas em Paris-2024

COB
Foto: Fábio Risnic/COB

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) realizou nesta quarta-feira, dia 26, evento em São Paulo para celebrar o marco de um ano para os Jogos Olímpicos Paris 2024. A entidade aproveitou a ocasião para apresentar detalhes do seu planejamento para o maior evento esportivo do mundo e ainda realizou uma série de anúncios, entre eles os valores da premiação para os atletas medalhistas.

“A preparação para os Jogos Olímpicos de Paris já está na fase final. É um planejamento feito com antecedência de muitos anos, assim como são todas as ações do Comitê Olímpico do Brasil. A apresentação de como tudo está sendo feito foi muito importante para as pessoas terem a dimensão do que é essa preparação do COB para os nossos atletas e para o esporte brasileiro com foco em Paris. Foi um evento espetacular, atingiu todos os nossos objetivos, que é o engajamento de todos os stakeholders do esporte. Paris está chegando, é logo ali. Demos nosso recado e acho que foi bem entendido”, declarou Paulo Wanderley, Presidente do COB.

O Brasil bateu seu recorde de medalhas olímpicas em Tóquio 2020. Agora, nos Jogos Paris 2024, buscará superar o desempenho histórico. Motivação para isso não faltará. Um dos principais anúncios do dia foi a premiação em dinheiro que o COB oferecerá para os medalhistas olímpicos no ciclo atual. Os valores estão cerca de 40% mais altos com relação aos praticados no último ciclo olímpico.

Categorias

Divididos em três categorias de atletas (individual, grupo e coletiva), as premiações variam entre R$ 1,05 milhão e R$ 140 mil (detalhes no final do texto). Vale ressaltar que nas categorias grupo e coletiva, os valores são o total a ser pago. A divisão desse valor entre os medalhistas ocorrerá de maneira igualitária, independentemente de serem titulares ou reservas. Os atletas que ganharem mais de uma medalha acumulam a premiação, recebendo por cada prova premiada. No último ciclo, o COB desembolsou R$ 5,2 milhões em premiações pelas medalhas conquistadas.

“É fundamental passarmos todas as informações aos nossos parceiros, patrocinadores, atletas e treinadores para que eles entendam a complexidade que é montar a estrutura para que a gente possa ter a melhor representatividade daqui a um ano. O COB está se preparando para buscar grandes resultados nos Jogos Olímpicos de Paris. Sabemos que cada dia conta, assim como é para o atleta em seu treinamento. São muitos detalhes, muito trabalho, mas estamos cada vez mais próximos daquilo que entendemos ser o ideal. Não vamos descansar para chegar 100% em Paris e alcançar todos os nossos objetivos. Sonhamos em ter uma participação histórica em Paris e o esforço é diário”, comentou Rogério Sampaio, diretor-geral do COB.

Rebecca Andrade

No evento, a campeã olímpica e mundial de ginástica artística Rebeca Andrade foi anunciada como Embaixadora de Sustentabilidade do COB. A entidade tem realizado cada vez mais projetos e ações voltados para o assunto, e agora tem uma das principais atletas do mundo como representante, o que trará ainda mais atenção, importância e engajamento em uma questão importante como a sustentabilidade.

“Com os feitos que tive nesses últimos anos, minha voz pôde ser ouvida. Fico muito feliz de poder escolher as minhas causas. Então, ser escolhida como Embaixadora de Sustentabilidade do COB é algo muito importante para mim. É uma honra poder incentivar as pessoas. Sozinha não vou mudar o mundo, mas posso fazer alguma diferença. Então, se todos se juntarem a gente poderá mudar o mundo de verdade”, declarou Rebeca, que se prepara para a primeira competição do ano, o Campeonato Brasileiro, em agosto, de olho no principal objetivo, os Jogos Olímpicos de Paris, daqui a um ano.

“Meu Deus, está tão pertinho! Toda vez que deito a cabeça no travesseiro penso que está chegando. É muito bom, mas ainda tem muita coisa para acontecer Tem o Mundial esse ano, que vale a vaga olímpica, Copa do Mundo, Jogos Pan-americanos. É um trabalho contínuo, lógico que temos o foco em Paris, mas temos que pensar nestas outras competições que também são importantes. A gente continua trabalhando, os treinos não param. Estou aqui hoje, mas já volto correndo para o Rio para treinar em busca dos nossos objetivos”, disse Rebeca.

Janeth e Vanderlei

Outros dois ídolos do esporte olímpico brasileiro foram convocados pelo COB para se unirem ao Time Brasil. Janeth Arcain, medalha de prata em Atlanta 1996 e bronze em Sydney 2000 no basquete, e Vanderlei Cordeiro de Lima, bronze na maratona em Atenas 2004 e único brasileiro detentor da Medalha Pierre de Coubertin, serão embaixadores da delegação brasileira e terão a missão de inspirar os atletas antes e durante os Jogos de Paris 2024.

O diretor de Alto Rendimento do COB, Ney Wilson, detalhou a caminhada até Paris. Ele apresentou atualizações sobre o planejamento esportivo e logístico da entidade para os Jogos Olímpicos.

Marketing

Na área de marketing, aliás, o evento foi palco para o lançamento do e-commerce de produtos oficiais do Time Brasil em parceria com a Mormaii. Entre os itens à venda no está a primeira linha de uniformes produzidos pela Mormaii utilizada pelos atletas do Time Brasil nos Jogos Sul-americanos de Praia, realizados em Santa Marta, Colômbia, no mês de julho. Fazem parte da coleção os uniformes de vila, treinamento, viagem e de pódio da delegação, como jaquetas, moletons, camisetas, tops, shorts e calças. Também haverá uma parceria do COB com a Aliança Francesa para o ensino de francês de todo o Time Brasil.

Por fim, o evento contou com a presença de atletas e ex-atletas olímpicos, além da Secretária Nacional de Esportes de Alto Desempenho do Ministério do Esporte, a medalhista olímpica Marta Sobral, membros da Comissão de Atletas do COB, presidentes de Confederações Brasileiras Olímpicas, patrocinadores, imprensa e outras personalidades do esporte.

 

Confira abaixo as quantias de premiação estipuladas para Paris 2024 e Milão-Cortina 2026:

INDIVIDUAL

Ouro – R$ 350 mil

Prata – R$ 210 mil

Bronze – R$ 140 mil

GRUPO

Ouro – R$ 700 mil

Prata – R$ 420 mil

Bronze – R$ 280 mil

COLETIVA

Ouro – R$ 1,05 milhão

Prata – R$ 630 mil

Bronze – R$ 420 mil