sábado, 13 abr, 2024

Argentinos tatuam Messi após tri da Copa do Mundo

REUTERS
REUTERS

Da Agência Brasil

Desde segunda-feira, tatuadores na Argentina estão ocupados com uma missão: registrar a imagem de Lionel Messi na pele de homens e mulheres que nos últimos dias fazem uma grande festa nas ruas de Buenos Aires para comemorar a conquista da Copa do Mundo.

Na terça-feira, milhões de pessoas saíram às ruas para saudar a seleção do país, que tentou percorrer a capital em um ônibus aberto depois de voltar do Qatar, embora a comemoração do título tenha ficado pela metade devido ao gigantesco comparecimento popular.

Assim como uma multidão encheu os espaços públicos de Buenos Aires, os argentinos também estão fazendo fila nos estúdios de tatuagem para gravar no corpo a imagem de Messi, o craque que levou a seleção argentina ao terceiro título de Copa do Mundo.

“Eu sabia que muitas pessoas iam querer tatuar o Messi e a seleção, porque antes da final já tinham marcado horários. Nunca imaginei que teria uma fila no local no dia seguinte esperando por sua tattoo”, disse o tatuador Sebastián Arguello Paz, vestido com a roupa de goleiro do argentino Emiliano “Dibu” Martínez.

Segundo Paz, desde o dia seguinte à vitória da Argentina sobre a França nos pênaltis na final em Doha, o telefone de seu estúdio, localizado no bairro de Flores, em Buenos Aires, não para de tocar com perguntas sobre as tatuagens de Messi, da Copa do Mundo e das bandeiras da Argentina.

“Todo mundo ia fazer uma tatuagem com o rosto de Messi. Queria homenageá-lo e por isso procurei um design diferente e especial, como ele é”, disse Cristian Grillo à Reuters, que no estúdio de Andrés de Winter tatuou no abdômen a camisa da Argentina com o “10” de Messi e a Copa do Mundo.

De Winter explicou que as consultas sobre tatuagens relacionadas à Copa do Mundo são constantes, e que para sexta-feira agendou uma grande tatuagem da “Scaloneta”, como é chamada a equipe comandada pelo técnico Lionel Scaloni na Argentina, na qual aparecem todos os jogadores.

“Quando Messi disse aquela frase, ‘o que você está olhando, bobo?’, não tive dúvidas de que se ganhássemos (a Copa do Mundo) ele me faria uma tatuagem”, disse María Celia Compagno, 68, que tatuou no antebraço a declaração de Messi para um jogador da Holanda após partida das quartas de final entre os dois países.

“Eu tinha decidido não fazer mais tatuagens, mas vi o Messi erguer a taça e tive certeza que esse cara merece uma tatuagem”, disse Ramiro Solís, 44, referindo-se ao ídolo que na Argentina chegou a ser equiparado à outra estrela máxima do futebol argentino, o lendário Diego Maradona.

 

Confira outras notícias da editoria ESPORTE clicando aqui.