quarta-feira, 24 abr, 2024

Pedidos e entregas da Boeing aumentam em setembro

REUTERS

Da Agência Reuters

A Boeing disse nesta terça-feira que suas entregas subiram em setembro para 51 aviões, enquanto teve 90 pedidos, com a fabricante vendo forte demanda por novas aeronaves.

As entregas no mês passado igualaram o número de junho, quando superou 50 aviões pela primeira vez desde março de 2019.

Em agosto, as entregas subiram para 35 aviões com a retomada de seu 787 Dreamline, após um atraso de 15 meses.

No mês passado, a empresa recebeu 51 novos pedidos de aviões 737 MAX e 45 aviões de corredor duplo, incluindo 14 777s. Em setembro, a Boeing entregou 14 aviões de corredor duplo, incluindo 7 787s, incluindo três 787-8s para a American Airlines.

A carteira de pedidos comerciais da Boeing agora é de 4.354 aviões. A Boeing entregou 328 jatos nos primeiros nove meses de 2022, incluindo 267 737 MAXs.

A Boeing tem prazo até dezembro para obter aprovação regulatória para o MAX 10, modelo um pouco maior do que os 737 MAXs em serviço, bem como para uma variante menor, o MAX 7.

A menos que ganhe uma extensão do Congresso, a empresa deve atender aos novos requisitos de alerta do cockpit que poderiam atrasar significativamente a entrada em serviço dos aviões.