quinta-feira, 23 maio, 2024

Gasolina subiu até 5,48% nos postos após ajuste do ICMS

Combustíveis
Fernando Frazão/Agência Brasil

O preço médio do litro da gasolina aumentou 2,33% nos postos brasileiros após a mudança na cobrança da alíquota do ICMS. A medida é válida desde o dia 1º de junho. O levantamento é do Índice de Preços Ticket Log (IPTL).

“Após recuos registrados desde abril, a nova medida elevou o preço médio da gasolina nos postos neste início de mês. Isso representou um acréscimo médio de R$ 0,13 centavos no custo com o combustível para os motoristas”, destaca o diretor-geral de Mobilidade da Edenred Brasil, Douglas Pina.

O aumento no preço do combustível, só para exemplificar, foi identificado em todas as cinco regiões brasileiras. O destaque, no entanto, ficou para a Região Sul. Lá o litro fechou o dia 5 de junho a R$ 5,58, valor 5,48% mais caro ante maio.

No Centro-Oeste, a gasolina foi comercializada a R$ 5,61, com aumento de 3,70%. Na região Sudeste, a média fechou a R$ 5,43,  acréscimo de 3,63%. No Nordeste, o combustível ficou 2,56% mais caro e foi comercializado a R$ 5,61. Já no Norte, por fim, o preço do litro fechou a R$ 5,93, com aumento de 1,89%.

No recorte por Estado, por exemplo, o IPTL identificou que apenas Rondônia registrou redução no preço médio do litro da gasolina. A alteração foi de 0,86% em relação a maio. Sendo assim, fechou o quinto dia de junho a R$ 5,78.

Nos demais Estados e no Distrito Federal, todavia, a gasolina ficou mais cara. Destaque para o Pernambuco, onde o preço médio fechou a R$ 5,74, aumento de 9,33% ante maio.

Fonte: Estadão Conteúdo

 

Confira outras notícias da editoria ECONOMIA clicando aqui.