terça-feira, 16 abr, 2024

NYT: Twitter demite 10% da força de trabalho atual

REUTERS

Da Agência Reuters

 

O Twitter demitiu pelo menos 200 funcionários, ou cerca de 10% de sua força de trabalho, informou o New York Times na noite de domingo, na rodada mais recente de cortes de empregos na plataforma de mídia social desde que Elon Musk assumiu a companhia em outubro passado.

As demissões na noite de sábado abrangeram gerentes de produto, cientistas de dados e engenheiros que trabalharam em aprendizado de máquina e confiabilidade do site, o que ajuda a manter os vários recursos do Twitter online, disse a reportagem do NYT, citando fontes familiarizadas com o assunto.

O Twitter não respondeu imediatamente a um pedido de comentário da Reuters.

A empresa tem cerca de 2.300 funcionários ativos, segundo Musk no mês passado.

Os últimos cortes de empregos seguem uma demissão em massa no início de novembro, quando o Twitter demitiu cerca de 3.700 funcionários em uma medida de corte de custos de Musk, que adquiriu a empresa por 44 bilhões.

Musk disse em novembro que o serviço estava passando por uma “queda maciça na receita”, já que os anunciantes reduziram os gastos em meio a preocupações com a moderação do conteúdo.

O Twitter recentemente começou a compartilhar a receita de anúncios com alguns de seus criadores de conteúdo.

Mais cedo nesta segunda-feira, o The Information informou que a plataforma de mídia social demitiu dezenas de funcionários no sábado, com o objetivo de compensar uma queda na receita.

 

Confira outras notícias da editoria CIÊNCIA E TECNOLOGIA clicando aqui.